Encontre-nos no Facebook
Siga-nos no Twitter
Nosso Canal no YouTube

Saúde Viver na Mídia

Um banho de vitaminas

 

Responda com honestidade: você consegue comer bem todos os dias? Será que o seu prato realmente contém tudo de que o seu corpo precisa? Falta de energia, problemas para dormir e até baixo rendimento nos treinos podem ser resultado da carência de alguns nutrientes, como as vitaminas. Aprenda quando e como fazer uso delas.

Quando tomar
Uma alimentação equilibrada deveria, em tese, fornecer todas as vitaminas de que o corpo precisa, mas fato é que muito pouca gente consegue comer bem todos os dias. E mais, quem faz esportes e malha pesado muitas vezes precisa fazer uso des­ses suplementos alimentares, já que dificilmente conseguiria obter, por meio da di­eta, tudo o que o organismo requer. Outro problema é que o processamento dos alimentos tornou mais difícil a assimilação das vitaminas contidas neles.  Se você se encaixa em alguma das situações descritas abaixo, talvez seja a hora de fazer uso de algum multivitamínico.

1. Você não consegue comer  ali­mentos frescos todos os dias e boa parte da sua dieta é ba­seada em enlatados ou alimentos processados.
2. Você simplesmente não costuma comer alimentos crus, como frutas e ver­duras.
3. Você não gosta de alimentos in­te­grais.
4. Você vive de dieta.
5. Você treina mais de cinco horas por semana.
6. Você abusa do chá e do café.
7.  Você fuma ou bebe com pouca moderação. O álcool, por exemplo, afeta a absorção das vitaminas B1 e B12. Já o fumo interfere, entre outros, na absorção de vitamina A.
8. Você tem alguma intolerância ali­mentar, como ao glúten, à lactose etc.
9. Você segue uma dieta restritiva, co­­mo a vegetariana ou a crudívora, que prega a ingestão de alimentos crus etc.
10.  O estresse faz parte da sua vida.
11.  Você está fazendo um tratamento de longa duração à base de remédios. Muitos medicamentos alteram a absorção de vitaminas.

Vitaminas e minerais pró-malhação
› Antioxidantes, como o betacaroteno, as vitaminas C e E, o selênio, o zinco etc. Eles combatem os radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento celular consequente do exercício intenso.
› Cálcio, magnésio, fósforo e vitamina D, pois repõem o desgaste articular e ósseo.
› Ferro, que repõe a hemoglobina, responsável pelo transporte de oxigênio para músculos e células.
› Cromo, por trabalhar ao lado da insulina ajudando a controlar os níveis de glicose no sangue, a chamada glicemia.
› Bioflavonoides, pois melhoram a circulação.
› Vitaminas B1, B3, B6 e B12, que intervêm no metabolismo dos carboidratos, das proteínas e dos lipídios.


Fonte: Portal Terra - Sport Life (link original)


 
Outras notícias: